Vocação do Profeta Imprimir

Vocação do Profeta


por Pe. Elione Corrêa OSC

O Senhor chamou cada um de nós para a vida, mas uma vida santa, segundo à sua vontade. Há diversos caminhos para servir ao Senhor e chegar a santidade. Um desses caminhos é a vocação religiosa ao sacerdócio - SER PADRE RELIGIOSO CRÚZIO - para viver em comunidade, tendo uma vida de oração a serviço do Evangelho de Cristo, sendo sinal da misericórdia do Deus vivo presente no meio de nós.
Sabemos que a messe é grande e o Senhor precisa de colaboradores para implantar o seu reino de amor e justiça. Colaboradores que sejam disponíveis e abertos à proposta do Evangelho a ser anunciado.

 


Jesus faz esse chamado ainda hoje a muitos jovens e sabemos que todo chamado precisa, antes de tudo, ser ouvido e acolhido no coração. Depois, é preciso dar uma resposta. Cabe a nós incentivar e apoiar as vocações sacerdotais religiosas.
O profeta Jeremias recebe a missão de anunciar um novo reino de paz e justiça e sua vocação faz parte do projeto de Deus. O Senhor é o Deus de nossa história, nos conhecia antes de chegarmos ao mundo e já nos havia consagrado para ser sal e luz. Que o Senhor estenda sua mão sobre nós e nos ensine a proclamar as suas maravilhas.profeta A vocação de Jeremias corresponde à eleição divina. Sua vocação não é algo individual e isolado, mas um processo histórico de grande significado. Vocação para ir além de si mesmo, para encontrar Cristo no próximo, uma vez que somos consagrados para amar.
É muito importante estar atento para escutar e perceber o chamado de Deus. Às vezes, até se escuta, mas infelizmente, os barulhos do mundo trazem surdez e medo para responder e assumir o chamado que recebemos. Que o Senhor nos dê a graça de ouvir seu chamado e adquirir forças para dar nossa resposta a cada dia.
Jesus toma a iniciativa de escolher aqueles que deseja para ser seus companheiros diante dos desafios de levar a boa nova da salvação. A todos nós que somos chamados, Jesus desenvolve um admirável relacionamento para que possamos tomar parte na missão de Cristo do mesmo modo que os Apóstolos. Que não tenhamos medo de fazer a experiência do Ressuscitado que nos chama e envia em missão.