Espiritualidade

Enquete

O que você achou do site dos Crúzios
 
Facebook Twitter RSS Feed 
Profissão de Irmão Crúzio PDF Imprimir E-mail

A comunidade dos Crúzios em Campo Belo celebrou no último dia 23 de abril os votos religiosos do hiago2fráter Hiago Santos. Após um ano e meio de noviciado, etapa da formação em que o candidato crúzio se prepara para fazer seus votos, tempo em que ele vivencia o carisma, aprofunda os estudos as Constituições dos Crúzios e a regra de Santo Agostinho. Hiago consagrou a Deus, através da emissão dos votos de obediência, castidade celibatária e pobreza. Com sua profissão religiosa, Hiago passa a incorporar a família religiosa dos Crúzios, unindo sua vida cada vez mais a Cristo Bom Pastor que o chamou e o consagrou para melhor amar, servir o povo de Deus e viver em comunidade.

A alegria deste momento foi partilhada pelos amigos e amigas dos crúzios, pela comunidade de Santa Cruz e pelos familiares de Hiago que participaram deste momento único de sua vida, sua consagração a Deus. A celebração litúrgica foi presidida pelo superior local dos crúzios Padre Júlio Cesar Evangelista Resende, nomeado representante do Mestre Geral para receber os votos temporários de Hiago na Ordem de Santa Cruz.


A experiência vocacional de Hiago se consolida com sua participação na jornada mundial da juventude no Rio de Janeiro em 2013. A experiência da jornada, de ver o Papa de muito perto, ver muitos padres, jovens e vários religiosos, tocou sua vocação de consagrar a sua vida a Deus. Hiago conheceu os Crúzios pela internet, fez o sua pedido e participou de 03 encontros vocacionais. Hiago ingressou no convento Santa Cruz no início de 2014, como postulante e no dia 13 de Setembro de 2014 foi admitido no programa de formação do Noviciado..
Segundo Hiago: "vim para Campo Belo a 02 anos atrás, deixei em Vespasiano minha família e amigos, hoje tenho muitos amigos e moro com minha família religiosa, não a de sangue que deixei lá, mas os crúzios que Deus me presenteou, sou muito feliz com minha entrega a Deus nos Crúzios. Para mim ser Crúzio, antes de mais nada, é ser homem de Deus, consagrado para viver o batismo radicalmente na Ordem da Santa Cruz, viver inteiramente "Entregue à Graça de Deus" (Cf. At. 14,26). Os Cruzios são uma grande família formada por homens, padres e irmãos, que vivem juntos, rezam e trabalham para promover o reino de Deus na terra, uma família formada no amor mútuo, em um só coração e uma só alma."