Espiritualidade

Enquete

O que você achou do site dos Crúzios
 
Facebook Twitter RSS Feed 
Colégio Dom Cabral 75 anos PDF Imprimir E-mail

O Colégio Dom Cabral, em Campo Belo, festeja neste ano de 2015 seus 75 anos de sua fundação. dom cabralComo parte das atividades celebrativas, aconteceu no dia 25 de março, a missa solene e, no dia 26, a sessão de homenagem aos ex-funcionários. A celebração eucarística na Solenidade da Anunciação do Senhor foi presidida por Dom Miguel e concelebrada pelo Mestre Geral da Ordem Pe. Glen Lewandowski, também por vários outros sacerdotes e religiosos Crúzios. Participaram da celebração os provinciais da África, Europa, Indonésia e Estados Unidos, que estavam em Campo Belo, para participarem do encontro dos conselheiros do Superior Geral. Essa reunião normalmente acontece semestralmente em Roma, mas este ano, por ocasião da construção do Convento da Santa Cruz e dos 75 anos de fundação do Colégio Dom Cabral, foi transferida para Campo Belo.

Em sua homilia Dom Miguel ressaltou os motivos de elevar a Deus ação de graças: "pela encarnação da Ordem da Santa Cruz, especialmente em Campo Belo e por todos os professores, servidores, alunos e amigos que, durante esses 75 anos deram um pouco de si para que tal obra alcançasse este jubileu". O Mestre Geral dos Crúzios enfatizou na sua mensagem, ao fim da celebração, "a educação, por séculos, tem sido um precioso serviço da Igreja à sociedade" e que, "fica feliz que a Ordem dos Crúzios esteja comprometida com a educação aqui no coração de Minas Gerais, em Campo Belo, no coração da Diocese de Oliveira".
No final da celebração, alunos com sementes em balões coloridos fizeram uma apresentação inspirados na parábola do semeador (Mt. 13). A mensagem apresentada fazia referência ao colégio, como semeador do Reino, que lança as sementes por meio da formação dos jovens e crianças, um terreno precioso, na esperança de que pela educação se formem homens e mulheres dispostos a multiplicar o bem e a transformar o mundo pela solidariedade e competência profissional. Logo após a celebração, a tradicional fanfarra do colégio fez uma bonita apresentação na praça da Nova Matriz. Na noite seguinte, uma sessão no auditório do colégio homenageou, com gratidão e reconhecimento, os ex-funcionários.

Foto anual de 1958A História do colégio remonta o início dos anos 40 com a pequena Academia de Comércio idealizada pelo Padre Vicente Maria Cornélio Paula Borges. O colégio, em sua fundação, ganhou o apoio do então bispo de Belo Horizonte, Dom Antônio dos Santos Cabral, que foi homenageado dando o nome ao nascente educandário. Em 1952 com a chegada dos primeiros Crúzios missionários vindos da Holanda, o Colégio passou para a administração da Ordem da Santa Cruz. A visão ampla e ousada dos padres deu novo impulso ao Dom Cabral, com novos cursos, a construção do novo prédio e abertura do seminário menor. Os ex-alunos são unânimes em afirmar o benefício para o desenvolvimento humano, cristão e de empreendedorismo que os Crúzios deram para toda região através do Colégio.
Em sua história, o colégio se tornou referência na região, no âmbito acadêmico, mas também pastoral, sendo lugar de articulação da UEC e o movimento jovem Slalom. Também conhecida ficou a fanfarra do colégio e outras atividades que ajudaram a esculpir e a solidificar a expressão "Família Dom Cabral" que diz muito sobre esta instituição. A "família" que é o lugar do encontro, da fraternidade, da formação, da educação na fé, do companheirismo. Ao celebrar seus 75 anos, a comunidade escolar e os Crúzios renovam seu compromisso com uma educação de qualidade embebida dos valores cristãos.